Mitos e questões respondidas A realidade diária de algumas espécies Saiba mais e tome uma atitude

domingo, julho 10, 2005


A idéia de fazer este blog surgiu da quantidade de perguntas que preciso responder diariamente desde que mudei meus hábitos. Não que eu seja um profundo conhecedor do assunto, apesar de já ter pesquisado e lido bastante, e nem porque a maior parte das pessoas esteja realmente interessada em descobrir o que me levou a tal decisão, mas pela ironia estampada no rosto de muitos ao me fazer tais questionamentos.

A cada vez que sento na mesa com os colegas de trabalho, cada vez que saio com meus amigos ou cada vez que acontece um almoço em família, as perguntas são as mesmas. Eu praticamente decorei as respostas e tento trocar informações sempre.

Algumas pessoas tem ouvidos abertos para ouvir, outras preferem o tom jocoso e debocham de meus ideais. Já perdi as contas de quantas vezes eu ouvi: "Você está ficando paranóico" ou "Que bobagem, isso faz parte de nossa vida" ou até mesmo "Você é um idiota".

Não me abalo. É um discurso de quem sequer aceita repensar seus valores e hábitos arraigados, são pessoas que não aceitam que se contestem seus pensamentos engessados.

Por isso, como me juntei a imensa massa que também mudou de hábitos e defende o bem estar de outras espécies como defende a própria vida, resolvi reunir nesse blog tudo o que respondo e tudo o que ouço desde adotei o veganismo como opção de vida.

Uma decisão que me beneficia, beneficia o planeta e beneficia outras espécies. Infelizmente, ainda vai ser preciso muito tempo para que os animais recebam o tratamento que lhes é digno, mas eu e todos os vegetarianos e vegans deste mundo já deram o primeiro passo.

Você pode se dizer amante dos animais, gostar de cães fofinhos e gatinhos peludos, mas só ao mudar seus hábitos alimentares e tirar qualquer resquício de exploração animal da sua vida, você estará realmente beneficiando as outras espécies.

Tirar a carne animal do seu prato, o couro do seu vestuário, o cosmético testado em animais da sua pele, é a prova mais eficaz e altruísta de beneficiar alguém que não pode protestar contra a opressão que sofre. Eles não podem falar, mas enquanto vivermos, os defenderemos assim como defendemos nossos filhos. Afinal, queira você ou não, somos todos iguais.

11 ComentÁrios:

Anonymous Leo. said...

aí meu...espero que cresca bastante ainda esse blog aqui.
que mais pessoas acompanhem e entendam o porquê se tornar vegetariano.
tá apoiado! voltarei sempre aqui.
heeh
abraço.

quarta-feira, agosto 03, 2005  
Anonymous fred said...

Opa: força aí na luta contra o especismo... tudo de bom: não desistir, lutar e acreditar no veganismo como estilo de vida e filosofia de vida é tudo! abraços.

domingo, outubro 02, 2005  
Blogger matthewcollins7104 said...

I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. My blog is just about my day to day life, as a park ranger. So please Click Here To Read My Blog

segunda-feira, janeiro 02, 2006  
Anonymous Al said...

Eu respeito seus ideais assim como todos os vegetarianos, não chamo ninguém de idiota e sei muito bem como os bois são abatidos e o foie gras é feito e tudo mais.

Mas ao invés de , eu sou sincero: Eu não me importo com os animais criados para abate. Acho que eles merecem uma morte mais digna, sem crueldade. Mas não tenho nada contra eles serem abatidos. E não tenho vergonha de dizer isso, não sou hipócrita. Não sou vegetariano simplesmente porque gosto de carne, essa é minha escolha.

Afinal, queira você ou não, somos todos iguais.

domingo, janeiro 15, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Todo homem é oviparo, ou seja, come carne e vegetal, mas não acho voc^um idiota por mudar seus hábitos, pelo contrário respeito e muito, também gostaria de mudar, mas acho que a questão não é apenas de animaizinhos sofrendo, sofrem porque?, porque são criados para morrer, como uma linha de produção de uma empresa como ford, GM, penso que a contestação de que quem muda seus hábitos, é muito mais ao capitalismo do que a qualquer outr coisa, se moraressemos em choupanas sem uma empresa que cria os bois para mata-los, não haveria problema nenhum eu sair e ir buscar na naureza o alimento para minha sobrevivencia,...para mim o problema é o capitalismo, muitas vezes pregado por quem também é vegan, esse é meu ponto de vista, respeite-o.

segunda-feira, janeiro 16, 2006  
Anonymous jac said...

Gostei do seu blog. Sabe qual a pergunta mais engraçada que eu escuto? "Você não come carne??? Mas, você come o que então??" rsrsrs é duro.... Tudo de bom pra vc

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Tati said...

Parabéns pelo blog!
É isso aí. Libertação Animal - até a morte.

sábado, janeiro 13, 2007  
Anonymous Raquel Patrocinio said...

Oi, tenho difuculdades para encontrar cosmeticos que não utilizam animais para testes, preciso por favor que me envie uma lista desses e dos que utilizam.

segunda-feira, fevereiro 12, 2007  
Blogger Bruno said...

1kg de qualquer verdura pode custar menos do que 1kg de carne mas a carne assim como ovos e leite são alimentos de alto valor biológico, contém aminoácidos essenciais em grande quantidade além da maior durabilidade da carne(sistemas de refrigeramento) em detrimento da curta vida útil das verduras, que precisam ser extremamente variadas pra obter-se todos aminoácidos essenciais, a alata demanda por verduras nos leva ao problema dos transgênicos, para esses serem evitados teríamos de optar por alimentos mais caros cultivados sem o uso de agrotóxicos e sem serem geneticamente modificados o q encarece o alimento, que INVARIALVELMENTE É INACESSÍVEL A TOTALIDADE DA POPULAÇÃO BRASILEIRA, então será que realmente podemos todos ser vegetarianos?

domingo, abril 05, 2009  
Blogger Alexandra said...

Adorei seu blog..sou protetora amo os animais e por eles deixei de comer carne,não me faz falta alguma pelo contrario me sinto bem mas leve..Estamos juntos nessa luta em prol dos amados animais..

quinta-feira, setembro 24, 2009  
Anonymous Anônimo said...

necessario verificar:)

quinta-feira, novembro 19, 2009  

Postar um comentário

<< Home